Ícone do site Syrus

Dicas para manter sua carteira criptografada segura

Carteira criptografada segura

Você deve manter sua carteira de criptomoedas segura, mas como você deve fazer isso? Neste artigo, discutiremos as principais dicas que o ajudarão a garantir a segurança de sua carteira e de outros ativos digitais.

Esteja você usando um celular, hardware ou carteira virtual- hackers, ladrões e golpistas sempre terão como alvo seus Bitcoins, especialmente se suas transações forem substanciais.

O Bitcoin é uma moeda descentralizada e alguns indivíduos, especialmente os novos clientes, podem ficar confusos quando se trata de segurança.

Como não há uma autoridade centralizada para supervisionar as transações, os proprietários de Bitcoins devem assumir total responsabilidade pela proteção e segurança de suas carteiras.

Abaixo estão 10 dicas para ajudar você a manter sua carteira de criptomoedas segura.

1. Opte por carteiras de hardware

Existem muitas opções de carteira Bitcoin disponíveis, e você deve ser cauteloso na carteira que escolher.

Se você se preocupa com a segurança cibernética, o armazenamento físico pode ser a melhor opção.

Uma aposta segura seria armazenar seu Bitcoin em uma carteira de hardware.

Existem empresas como a Trezor que oferecem vários tipos de dispositivos semelhantes a USB que vêm com recursos de criptografia pré-instalados e camadas de segurança.

Esses dispositivos não se conectam à Internet, por isso é difícil para os criminosos quebrá-los.

2. Sempre use uma rede de Internet segura.

Esteja você utilizando seusBTCs em um cassino ou apenas fazendo transações, sempre certifique-se de que a conexão com a Internet esteja segura.

Evite Wi-Fi público que seja fácil de hackear. Recomenda-se que você nunca acesse sua conta de criptomoedas em um Wi-Fi público.

A maioria dosWi-Fis públicos vem com falhas de segurança. Você pode optar por criar um ponto de acesso com seu telefone em vez de usar redes públicas.

A melhor solução é usar redes confiáveis ​​ou domésticas, onde você tenha certeza de que sua conexão não estará exposta a falhas de segurança.

3. Faça backup de suas carteiras!

Ter um backup para sua carteira criptografada é muito importante se você quiser mantê-la segura.

Se algo acontecer com o gadget em que você instalou sua carteira, ou se houver problemas de software, é assim que você pode acessar a carteira.

As frases de backup têm 12 ou 24 palavras. Você pode anotá-los em um papel e guardá-los em um local seguro. Evite armazenar os backups como um arquivo no computador ou telefone.

Você pode perdê-los se o gadget for perdido. Dessa forma, mesmo que sua casa pegue fogo, seu documento ainda estará seguro.

4. Use um software antivírus atualizado e seguro.

A maioria dos sistemas operacionais, especialmente usuários do Windows, está exposta a diferentes tipos de malware.

Certifique-se sempre de que seu PC possui um antivírus seguro instalado. Como a maioria dos cibercriminosos usa malware e vírus para adulterar e atacar seu dispositivo, é crucial verificar seu dispositivo regularmente antes de instalar sua carteira de criptografia.

Sempre mantenha o software antivírus atualizado. Novos programas de malware surgem a cada dia. No entanto, é essencial atualizar seus programas manualmente para aplicativos relacionados à cena da criptomoeda.

Bugs de aplicativos podem ser prejudiciais aos proprietários de criptomoedas. Você pode esperar pela revisão de outros usuários antes de fazer uma atualização.

5. Autenticação de dois fatores (2FA)

É vital habilitar 2FA se sua carteira criptografada permitir. É apenas uma dupla autenticação para seu acesso.

Você pode fazer isso de várias maneiras, como o aplicativo Google Authenticator, que utiliza um código de seis dígitos que muda a cada minuto e é exclusivo para você.

Outra forma é adicionar identificação biométrica, como impressões digitais. 2FA é uma ótima ferramenta para aumentar a segurança.

6. Sempre verifique o endereço.

É crucial verificar novamente o endereço para o qual você está enviando Bitcoins.

Alguns programas maliciosos podem replicar o procedimento e fornecer endereços diferentes que pertencem a golpistas.

É sempre aconselhável enviar pequenos pagamentos primeiro como verificação e, em seguida, enviar quantias maiores.

7. Certifique-se de que haja bloqueios

É crucial que, ao usar navegadores da web, você possa ver um rótulo de segurança SSL na janela de endereço do seu navegador.

Ele fornece que sua navegação é segura e criptografada. O site precisa começar com HTTPS em vez de HTTP. Deve haver um sinal de cadeado no final do URL.

8. Evite clicar em links suspeitos ou desconhecidos.

Tenha cuidado com todas as suas atividades online e sempre verifique os links dos sites que você está acessando.

Scammers e hackers podem clonar sites e usar endereços de URL que parecem idênticos ao real. Antes de inserir sua chave privada, faça algumas verificações para garantir que está usando o endereço exato.

Além disso, tome cuidado com e-mails fraudulentos sobre Bitcoin. Eles são muito populares hoje em dia.

Cuidado com os golpes de phishing que vêm como Google Ads ou via e-mail. Se você receber um e-mail de uma empresa de carteiras, verifique se o domínio está bem escrito e evite clicar nos anúncios do Google que aparecem na sua tela.

Assim que um site de phishing obtiver acesso à sua chave privada, todos os seus fundos serão perdidos.

9. Não compartilhe sua chave privada.

Somente você deve ter acesso às chaves privadas. Nunca os compartilhe com outras pessoas ou solicite que alguém conclua as transações para você.

10. Tenha uma carteira diferente para transações frequentes

Você é uma pessoa que faz pequenas transações frequentes? Você sempre pode criar uma carteira diferente para reabastecer quando precisar fazer uma transação.

Observe que não há restrição sobre quantas carteiras ou endereços de Bitcoin você pode ter.

Separar sua carteira principal do resto é uma ótima maneira de aumentar sua segurança online.

Pensamentos finais

É vital ter em mente que você é o único responsável pela segurança de sua carteira de criptomoedas.

O setor de criptografia está em constante mudança e as ferramentas de segurança continuam melhorando.

Portanto, você precisa tomar todas as medidas de segurança básicas e se manter antenado nas atualizações e precauções de segurança para manter sua carteira de criptomoedas protegida de pessoas mal-intencionadas.