Entenda como é funcionamento do Bluetooth

Entenda como é funcionamento do Bluetooth

novembro 10, 2020 0 Por carolcfuenmayor

Bluetooth é uma tecnologia muito utilizada por bilhões de pessoas no mundo inteiro. Está há muitos anos no mercado e é muito utilizado desde o seu lançamento.

Conheça quais são as versões dessa tecnologia, as suas vantagens e o seu funcionamento, para que aproveite ainda mais os recursos dessa tecnologia.

O que é o Bluetooth?

É uma tecnologia sem fio, feita para fazer transferência de dados em uma distância curta, de um dispositivo para outro, como de celular para celular, de notebook para celular, além de outras variedades de dispositivos.

É possível enviar comando como apagar uma lâmpada inteligente, ou algo mais simples, como enviar um arquivo de texto para outro dispositivo.

Essa tecnologia ajudou empresas bilionárias no mercado de alto-falantes e fones de ouvido, assim como diversos outros dispositivos como consoles de video game, smartphones, carros, smartwatches, rastreadores fitness e aparelhos auditivos.

Qual a origem do nome Bluetooth?

Esse nome é devido ao rei Harald Bluetooth, da Dinamarca, que no século X uniu as tribos da Dinamarca, objetivo que é o mesmo dos criadores para os aparelhos não conectados.

Na última década do século XX, Ericsson Mobile da Suécia junto com a IBM, tiveram a ideia de unir um notebook e um celular com uma conexão sem fio.

A intenção dessa tecnologia é que fosse aberto para toda a indústria, de modo que qualquer indivíduo pudesse usar. Houve ajuda também de grandes empresas como, a Intel, a Toshiba e a Nokia.

Entendendo o funcionamento do Bluetooth

Os aparelhos Bluetooth tem a capacidade de trabalhar em 79 frequências diferentes. Quando é preciso que dois dispositivos façam a conexão, é feito uma seleção desses 79 meios, ou caso precise, acessar um meio diferente caso já esteja sendo usado por outro.

Após a conexão dos dois dispositivos, é salvo em um registro dessa conexão, sendo possível deletar essa informação. É por esse motivo, que quando você conecta a primeira vez, a próxima é feita de forma automática, pois, por esse registro um aparelho confia no outro.

Diferenças de versões Bluetooth

A primeira versão foi lançada perto do ano 2000, e teve importantes mudanças em sua tecnologia. Sua principal função é substituir os meios de transmissão com fio, por formas que avanças com iteração do Bluetooth, como veremos a seguir.

Versão 1.0 – 3.0: Bluetooth Classic

Fatores muito importantes para serem analisados nessas evoluções do Bluetooth são: alcance, velocidade de dados e consumo de energia. O que influência nesses fatores, são determinados pelos esquema de modulação e pelo pacote de dados usado.

Quando surgiu a primeira versão, ela criou mudanças os fones, alto-falantes e também para os controles de jogos. Porém, naquela época a taxa de transferência era apenas de 1 Mbps e  um alcance de 10 metros.

A segunda versão do Bluetooth teve alterações em seus esquemas, tendo mudanças no jeito das ondas para transportar informações. Essas mudanças chegaram a triplicar o valor da transferência.

Uma grande transformação veio quando foi lançado a versão Bluetooth 3.0 aumentando ainda mais a velocidade de transferência de dados para 24 Mbps.

Números e tecnologia que foram muito importantes para alavancar vários dispositivos que precisavam de comunicação sem fio com alta velocidade.

Com esse avanço várias tecnologias começaram a usar esse curso, porém, ainda sim precisava outras melhorias na tecnologia Bluetooth para que a integração com outros dispositivos fosse perfeita: a integração de energia.

A versão Classic, que são versões 1.0 – 3.0, era necessária uma grande quantidade de energia e com isso acaba prejudicando grande parte dos dispositivos em relação à duração de bateria.

Por isso era necessário mudanças e novas ferramentas que corrigissem esse tipo de problema.

Versões 4.0 – 5.0: Bluetooth de baixa energia

Com o grande crescimento dos dispositivos sem fio, teve a grande necessidade de implementar algo novo. Foi quando surgiu Bluetooth 4.0, entrando na categoria Bluetooth Low Energy (BLE).

Tendo o seu foco voltando para aplicações que precisam de baixo consumo de energia, tendo sua taxa de transferência de informações menor do que 1 Mbps.

Mesmo que a taxa não seja tão alta para maioria dos dispositivos, pois precisam de altas taxas, mas dispositivos como fones de ouvido, aplicativos IoT, que é necessário apenas alguns bits de dados periodicamente.

Um exemplo são os wearables fitness necessitam pequenas porções de dados de temperatura para seu smartphone.

Como objetivo é deixar as demandas de energia baixas, Bluetooth Low Energy pega as viáveis e ajusta as aplicações de IoT operadas por bateria de célula.

A versão mais atual do Bluetooth é 5.0, um aperfeiçoando das versões anteriores. Mesmo com uma versão atual, tem o objetivo de aparelhos com baixa potência.

Diferenças entre 4.0 ou 5.0

Uma diferença entre a versões entre 4.0 e 5.0 está relacionada a quantidade de taxas de dados. O Bluetooth 5 tem quatro taxas de dados que conseguem ser compatíveis com faixas de transmissão de: 2Mbps, 1Mbps, 500kbps, 125kbps.

Como a ampliação na distância de transmissão requer uma diminuição na taxa de transferência, a taxa menor que existe é de 125 kbps foi implementada para ter suporte para aplicações que beneficiam para um alcance melhor.

Para ilustrar esse cenário, pequenos sensores não são precisos para enviar enormes quantidades de informações, por isso, diminuem a taxa de informações, podendo usar sensores que seja necessário transmitir até 240 metros.

Em contra partida, a possibilidade de enviar dados a 2 Mbps é mais desenvolvido para aplicações para alcance curto, mas que precisa de grande transferência de dados.