O que acontece se você receber uma reivindicação de direitos autorais no YouTube

O que acontece se você receber uma reivindicação de direitos autorais no YouTube

novembro 3, 2021 0 By zaynabsettimi

Você costuma escrever blog ou postar algum vídeo no YouTube e não presta muita atenção se seu conteúdo está protegido? Tome muito cuidado com isso!

Porque se você enviar um vídeo com conteúdo protegido por direitos autorais, pode ser que você receba uma reivindicação de Content ID. E quando enviamos um vídeo cujo conteúdo corresponde total ou parcialmente a outro conteúdo no Content ID, é gerado automaticamente uma reivindicação do sistema.

Aos detentores de direitos autorais cabe o direito de configurar o Content ID para bloquear envios correspondente a uma obra protegida deles.

Não se preocupe que tem um jeito de você saber se o seu conteúdo tem Content ID. Saiba como a seguir:

Como saber se meu vídeo tem uma reivindicação de Content ID

Quando o Content ID reivindica seu vídeo, você recebe um e-mail do YouTube. Siga estas etapas abaixo e saiba mais detalhes sobre essas reivindicações:

  1. Primeiro faça login no YouTube Studio.
  2. Em seguida clique em Conteúdo, no menu à esquerda.
  3. Caso o vídeo seja sinalizado pelo Content ID, ele aparecerá com o rótulo Reivindicação de direitos autorais na coluna Restrições.
  4. Na coluna “Restrições, passe o cursor sobre Reivindicação de direitos autorais e selecione VER DETALHES.
  5. Para ver mais detalhes da reivindicação, Clique na seta para baixo.
  1. Na seção Conteúdo, clique no carimbo de data/hora para reproduzir o segmento reivindicado pelo ID do conteúdo.

 

O que acontece se meu vídeo receber reivindicação de Content ID?

Essas reivindicações de Content ID geralmente servem para indicar que encontramos no seu canal do YouTube um conteúdo que é propriedade de outra pessoa.

São os detentores de direitos autorais que decidem se terceiros podem ou não usar um conteúdo protegido por eles. Na maioria das vezes, eles permitem que o material seja usado em vídeos do YouTube em troca da veiculação de anúncios. Essa publicidade poderá ser exibida antes ou durante o vídeo, se ele tiver mais de oito minutos de duração.

Se os detentores de direitos autorais não quiserem que o conteúdo seja reutilizado, eles poderão tomar algumas medidas, como:

  • Bloquear um vídeo: os detentores de direitos autorais podem bloquear seu conteúdo. Nesse caso, ele não será exibido em nossa plataforma.
  • Restringir determinadas plataformas: você pode ter seus vídeos limitados aos apps ou sites em que o conteúdo aparece pelos detentores de direitos autorais. Essas restrições não afetarão a disponibilidade do seu vídeo no YouTube.

Saiba o que você pode fazer caso seu vídeo receba uma reivindicação de Content ID

Se isso acontecer, você terá algumas opções:

Ao concordar com uma reivindicação:

  • Não faça nada: se achar que a reivindicação é válida, não tome nenhuma medida. Mais tarde você poderá mudar de ideia sobre o assunto;
  • Remova o conteúdo reivindicado: se achar que é válida a reivindicação, você poderá remover o conteúdo sem precisar enviar um novo vídeo. Qualquer uma das opções abaixo que for realizada com sucesso vai liberar automaticamente a reivindicação associada:
    1. Cortar um segmento: esta opção vai remover apenas o segmento reivindicado do seu vídeo.
    2. Trocar a música (para reivindicações de áudio): se a faixa no seu vídeo for reivindicada, troque a música por alguma faixa gratuita da Biblioteca de áudio do YouTube.
    3. Silenciar uma música (para reivindicações de áudio): se a faixa no seu vídeo for reivindicada, desativar o som dela. Você pode silenciar apenas a faixa ou todo o áudio no vídeo.
  • Compartilhe a receita: se você faz parte do Programa de Parcerias do YouTube, e a música do seu vídeo for reivindicada, você poderá compartilhar a receita com a editora musical.

 

Se discordar de uma reivindicação, você poderá:

  • disputar a reivindicação se acreditar que ela é inválida.