Bitcoin Bitcoin 1.92% $39934.71
1.92%
66487.70 BTC $748183027712.00

PC Gamer: Como montar seu próprio computador para jogos

PC Gamer: Como montar seu próprio computador para jogos
janeiro 28, 2021 0 By carolcfuenmayor

A ascensão dos videogames como forma de entretenimento se tornou amplamente popular devido à variedade de jogos no mercado atualmente.

Eles permitem que os jogadores mergulhem completamente em uma realidade alternativa, onde podem atingir objetivos e realizar tarefas que de outra forma seriam impossíveis no mundo real.

A maioria dos jogos disponíveis hoje em dia oferece uma experiência de jogo mais realista e ideal para seus usuários.

Mas as atualizações de jogos às vezes podem exigir um computador de alto desempenho, razão pela qual os jogadores agora investem em um bom PC Gamer que possa atender aos requisitos necessários.

Muitos entusiastas de jogos projetam seu próprio computador de acordo com suas preferências, mas isso pode ser um pouco desafiador.

No entanto, construir seu próprio computador não precisa ser complicado. Veja como você pode começar a montar seu próprio PC Gamer:

1. Verifique seu orçamento

Primeiro, considere quanto você está disposto a desembolsar por um PC completo para jogos.

Seu orçamento ditará os itens que você pode comprar. A maioria das máquinas custará entre 1 mil e 5 mil reais.

Não se preocupe se você estiver com um orçamento apertado. Não é impossível construir um PC Gamer por menos de 1 mil reais com peças de qualidade, contanto que você faça uma boa pesquisa, você pode tirar o máximo proveito de seu dinheiro.

2. Obtenha as peças certas

Embora seja relativamente fácil encontrar os componentes de que você precisa, você também deve escolher quais peças funcionam bem em conjunto e quais itens oferecem mais benefícios para você.

Aqui está um resumo das peças mais importantes de que você precisa para projetar e construir seu próprio PC Gamer:

Processador ou CPU

O processador ou Unidade Central de Processamento é o cérebro do PC.

Para melhor desempenho em jogos, opte por pelo menos uma CPU quad-core com uma taxa de clock de 3,5 GHz, já que a maioria dos jogos utiliza vários núcleos para rodar e a velocidade do clock determinará a velocidade de desempenho do seu processador a cada segundo.

Placa-mãe

Escolha uma placa-mãe que suporte todo o seu hardware. Ela deve ter o mesmo soquete que sua CPU, pelo menos um slot PCI Express x16 de velocidade total e pode acomodar pelo menos 16 GB de RAM.

Outros componentes que você precisa considerar são os recursos de Wi-Fi e Bluetooth, portas USB e áudio on-board.

Unidade de processamento gráfico ou GPU

Este componente é responsável pelos gráficos em seu PC. Muitos jogos populares apresentam gráficos de alta definição.

Escolha uma GPU que possa rodar jogos com pelo menos 30 quadros por segundo; o FPS afetará a fluidez dos jogos na tela.

Quanto mais altas as taxas de quadros, mais suave e rápida será sua experiência de jogo.

Os preços variam de acordo com a capacidade da GPU. A AMD tem modelos de bom orçamento que oferecem um bom custo benefício, enquanto a NVidia tem processadores de melhor qualidade que podem rodar jogos 2K e 4K sem problemas.

Armazenamento

Obtenha unidades de armazenamento SSDs se desejar um armazenamento mais rápido, durável e leve.

Um armazenamento de 500 GB é suficiente para salvar alguns jogos, mas os games modernos com programação avançada podem exigir até 100 GB ou mais, então é melhor obter pelo menos 1 TB.

Com pouco armazenamento você acabará excluindo outros jogos para liberar espaço para novos downloads ou atualizações.

Memória ou RAM

Não há limite para a RAM que você vai comprar, pois quanto maior a memória, melhor.

A maioria dos jogos pode funcionar bem com 8 GB ou 16 GB de RAM, mas você está livre para comprar uma capacidade ligeiramente maior se quiser jogar com gráficos de alta definição e sem atrasos.

Fonte de energia

Um PC Gamerpode funcionar em PSUs de 450-600W, enquanto uma máquina de ponta pode exigir 700 watts ou mais.

Você pode usar uma calculadora de fonte de alimentação para determinar quanta potência é necessária para executar todos os seus componentes.

Gabinete

O gabinete do computador é onde tudo se junta. Como uma boa fonte de alimentação, um gabinete bonito pode durar ao longo de muitos anos.

Para investir em um gabinete “para sempre”, procure um que seja feito de metal em vez de plástico, com bastante espaço interno para manter seus componentes atuais ventilados enquanto deixa espaço para futuras peças de reposição.

Sistema operacional

O sistema operacional (SO) é o software que permite a você interagir com o computador.

Depois de instalado em seu dispositivo de armazenamento (de preferência um SSD), você pode começar a instalar todos os seus programas, jogos e tudo o mais para o qual usará seu computador.

Existem vários sistemas operacionais para escolher, mas de longe o mais é o Microsoft Windows, devido ao seu uso generalizado e experiência de usuário simples.

O Linux também é popular e tem a vantagem adicional de ser gratuito, embora também tenha uma curva de aprendizagem maior.

3. Monte tudo

Depois de ter todos os componentes prontos, você pode começar a montar.

Você pode achar que é complicado no início, mas, assim que começar, verá que todos os componentes são projetados para se encaixar sem esforço.

Contanto que todas as peças sejam compatíveis, é apenas uma questão de tempo antes de terminar de montar seu PC gamer.

Conclusão

Projetar seu próprio PC gamer pode parecer um grande desafio, mas na realidade não é.

Outros componentes de que você também precisará antes de construir seu próprio PC são um bom monitor ou TV, mouse, teclado e outros acessórios de jogos que você pode comprar para personalizar seu conjunto.

Isso pode ser divertido, pois você escolhe todos os componentes que farão parte da sua máquina. Depois de terminar o processo, você pode até se surpreender com o desempenho do seu PC.