Bitcoin Bitcoin 9.10% $39888.79
9.10%
54515.68 BTC $748662226944.00

Uma descoberta feita por quase um século na condução elétrica

Uma descoberta feita por quase um século na condução elétrica

dezembro 30, 2020 0 By carolcfuenmayor

Um dos recursos que mais se tem usado no mundo é a eletricidade. Há uma grande procura por desenvolvimentos e equipamentos para que a transmissão de um lugar para outro seja de forma eficiente.

É comum ter uma taxa de perca de energia durante essa movimentação de um lado para o outro. Ainda mais quando se envolve um grande volume de energia.

Cientistas fizeram um teste com um material que tem um nível alto de eficiência na condução de energia.

Um material supercondutor permite que a corrente elétrica flua por ele com perfeita eficiência, sem desperdícios.

Atualmente, a maioria da energia que é gerada tem sua força diminuída por causa da resistência, que sai em forma de calor. Por isso, quando se há condutores que mantenham a condução sem alguma perca, pode inovar muito grandes redes elétricas.

Um detalhe que tem que observar, é o ter um ótimo condutor em temperatura ambiente, sem precisa fazer alterações na temperatura, como era feito antigamente, onde a temperatura ficava a baixo de zero.

Evolução da rede eletrica

Com a evolução da tecnologia e das pesquisas científicas, físicos acharam condutores altamente eficientes, porém, ainda eram em temperaturas muito frias.

Cada material condutor tem sua funcionalidade para cada ambiente. Alguns são feitos para uma alta carga de eletricidade, como é mais vistos em grandes empresas. Assim como há para uso domésticos.

Como é feito esse material?

Os responsáveis por essa descoberta analisaram que tem compostos de hidreto de enxofre carbonáceo a uma temperatura de 15° C.

Esse material consegue manter a taxa de energia com alta performance e também não é preciso fazer nenhuma alteração em sua temperatura.

Uma propriedade que por enquanto é uma desvantagem, que esse ótimo rendimento surge quando há uma extrema pressão.

Uma pressão em torno de 267 bilhões de pascais. Algo tão grandioso, que pode ser comparado a um milhão de vezes maior do que é feito dentro dos pneus de carro.

Por isso, é muito difícil achar ambientes que seu uso pode ser usado, já que é difícil achar lugares que usam pressões tão altas assim.

Novos desenvolvimentos a caminho

Ainda há um limite devido a temperatura, pois ainda é necessário que muitos condutores estejam a baixas temperaturas, algo que é impossível na parte externa.

Pois, se fosse possível em temperatura ambiente, toda a tecnologia que é feito nas redes elétricas iriam mudar, pois, com certeza todas as industrias iriam se adaptar para ter em suas redes.

Essas pesquisas abrem portas para outros tipos de pesquisas que podem evoluir ainda mais os supercondutores. Agora é possível ter uma grande eficiência em altas pressões, e busca atual é para conseguir a mesma eficiência em temperaturas menores.

No território americano, as redes elétricas têm uma perca na sua transmissão em torno de 5%. Com um supercondutor com as características ideas, a mudança seria incrível para o mundo. Podendo evitar gastos de bilhões de dólares e mudar o clima da Terra.

Onde mais essa tecnologia causaria impacto?

Existe um tipo de um imã que ele fica flutuando em um supercondutor resfriado com nitrogênio líquido. Isso é muito utilizado na China e no Japão. Isso faz com o que os transportes públicos movidos a magnéticos sejam impulsionados por esses condutores. Fazer outros materiais levitarem é uma das propriedades desses supercondutores.

A área da tecnologia e da eletrônica também iriam ter muitos benefícios. Vários equipamentos não iriam mais precisam de baterias e o rendimento dos aparelhos seriam muito maior do que é hoje,

O que se espera que essas pesquisem dê certo, para que toda a humanidade possa se beneficiar de uma energia melhor e mais sustentável para todos.